Estudo prova que casais discutem mais quando estão com fome

É do conhecimento geral que as pessoas ficam mais mal-humoradas quando estão com fome, o que ainda não se sabia é que esse pode ser o motivo de muitas discussões entre um casal.

A Ohio State University estudou 107 casais durante 3 semanas tentando estabelecer uma relação entre os níveis de glicose no sangue e o nível de agressividade entre o casal em diferentes momentos. Para isso mediam 2 vezes ao dia os níveis de glicose no sangue de cada elemento do casal e entregaram, tanto ao homem como à mulher, bonecos que representavam os seus parceiros, juntamente com 51 agulhas, que deveriam ir espetando cada vez que se irritavam um com o outro.  O resultado não poderia ter sido mais esclarecedor.

Os casais que tinham os níveis mais baixos de glicose eram também os casais que tinham colocado o maior número de alfinetes no boneco. “Até mesmo quem dizia ter uma boa relação demonstrou-se mais nervoso com a glicose baixa”, disse o líder do estudo, o Dr. Brad Bushman. Segundo ele, o nosso cérebro precisa de bastante energia para que tenhamos a capacidade de nos auto controlar, e quando estamos com fome acabamos por ter a tendência de explodir mais facilmente, já que não possuímos os níveis de energia necessários para nos controlarmos e evitarmos discussões desnecessárias.

1651320-debora-nascimento-tirou-foto-de-um-quadr-950x0-3.jpg

 

Sendo assim, a partir de agora será aconselhável deixar-se os temas mais delicados para depois de jantar, e quando tiver vontade de discutir evite o stress e faça uma pausa para ir comer.

Advertisements