Sugestão da semana : Prison Break

Esta semana, o The Lux Life vai dar início a uma nova rubrica semanal, em que vamos apresentar sugestões de filmes,  séries ou  livros que consideramos ser do interesse dos nossos leitores.

E nada melhor para dar início a esta rubrica do que a série que, em 2017, voltou a manter todos os fãs colados ao ecrã, Prison Break.

Criada em 2005, a série centra-se na história de dois irmãos, Lincoln Burrows, presidiário no corredor da morte, e que em breve será executado na cadeira elétrica pelo suposto assassinato do irmão do vice-presidente dos Estados Unidos, e Michael Scofield, um engenheiro civil com uma mente brilhante, que está disposto a arriscar a sua vida para salvar o irmão e tirá-lo da prisão, utilizando o mapa da penitenciária de Fox River que tatuou no corpo.

Com esse objectivo em mente, Michael engendra um plano de fuga, assaltando um banco com o intuito de ser preso e conseguir fugir, levando Lincoln consigo. Para fazer o plano funcionar, Michael vai-se ver obrigado a fazer alianças improváveis e perigosas e a confiar no seu instinto.

Depois de quatro temporadas alucinantes e recheadas de surpresas e reviravoltas, Prison Break chegou ao fim em 2009, deixando um vazio no coração dos milhares e milhares de fãs da série, que esperaram e desesperaram por uma nova temporada.

A 16 de Maio de 2016, e quando já ninguém esperava, a Fox apresentou a sua programação de séries para 2016/2017, anunciando que a quinta temporada de Prison Break iria estrear a 4 de Abril de 2017. Nas primeiras 24 horas depois do lançamento, o trailer da season 5 contava já com 42 milhões de visualizações, dividas por facebook e youtube, deixando água na boca aos fãs da série.

Esta nova temporada, situa-se anos depois dos acontecimentos da T4 e começa com Lincoln Burrows a receber a informação de que o irmão, Michael Scofield, pode não estar morto. Acreditando nessa possibilidade aparentemente remota, um grupo de ex-presidiários reúne-se para o ajudar a escapar de uma prisão no Iémen e do próprio país, numa sequela que nos impressiona com o seu retrato da realidade que se vive nos países controlados pelo Estado Islâmico.

Sem dúvida uma série que não vai querer perder!

 

 

Advertisements